Adeus


Te conheci pequeno, devia ter meus seis anos e por alguma coisa você me atraiu.

Cresci te acompanhando e muitas vezes te perdi, voltei várias vezes pra casa e nem de longe pude te acompanhar.

Por tantas vezes em minha vida acadêmica você foi importante e só percebi isso depois de velho.

Você me fez trabalhar cedo para realizar meus sonhos e só me fez decepcionar, parece que tu nunca me dava sorte, só sofrimento e no fim entendi que isso foi necessário para me fazer mais forte.

Te larguei jovem, fui fazer minha vida mas perto de casa, mas você, ficou no meu coração.

Sou apaixonado por você, te considero muito, mas porquê? Porque não consigo ficar contigo? Mistérios do amor. Sim, é um mistério e sim, te amo de paixão.

Paixão esta que um dia me fez declarar ódio a você, que nunca mais ia te ver pelo sofrimento que me causava, mas não adiantava, sempre voltei pra ti.

Mas desta vez será diferente, quero dizer adeus, não mais um até logo. É uma despedida forte, culpa sua, admita. Tua vontade e determinação para me tornar alguém me adoeceu, me deixou fraco sem condições pra continuarmos juntos e enfim depois de muito ponderar e reconsiderar voltarei pra casa, para sempre. Nunca mais ficaremos juntos.

Sinto muito em dizer isso, mas, apesar de te amar, não poderei mais ficar aqui.

Adeus e obrigado por tudo, São Paulo